Construção deve crescer mais este ano em Goiânia

As perspectivas do setor da construção civil para 2014 são animadoras. Os empresários do setor planejam para este ano investimentos superiores aos de 2013 e afirmam que o mercado goiano atingiu o equilíbrio e a maturidade. De acordo com o diretor da Comissão de Economia e Estatística do Sindicato da Indústria da Construção em Goiás (Sinduscon –GO), Ibsen Rosa, em 2014 haverá uma retomada dos investimentos na construção civil, com o aumento de lançamentos. De acordo com a pesquisa realizada pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO), em 2013 foram lançados 43 empreendimentos em Goiânia. A expectativa que neste ano este número seja ultrapassado. Ibsen explica que um lançamento demora no mínimo quatro anos para ser executado. Neste período todo um ciclo é desenvolvido.

O sócio diretor da Tropical Urbanismo e Incorporação, Leandro Daher da Costa, diz que os principais eventos que devem ocorrer este ano, Copa e eleições devem influenciar cada de forma diferente. “A política trava os investimentos no País, quanto a Copa esta é a primeira que realmente vamos vivenciar como negócio e, do ponto de vista do trabalho, vamos trabalhar normalmente”, relata.

O empresário destaca que a Tropical e parceiros devem crescer mais de 15% neste ano. Os lançamentos serão para todos os gostos e bolsos.  Serão mais de 2,3 mil unidades em condomínios verticais, 126 lotes da 5ª etapa do condomínio aldeia do Vale, além de 5,5 mil lotes em Goiás e outros cinco Estados e no Distrito Federal. A expansão pelo interior goiano também é prevista com o loteamento Raíza em Inhumas em que serão colocados à venda 1,5 mil lotes e o loteamento Três Rios situado em Goiânia, na saída para Goianira.

Novo shopping

Dentre os lançamentos para este ano está o Golden Shopping, que será erguido na região leste de Goiânia.
O novo centro de compras vai atender cerca de 500 mil habitantes e abrange os bairros Residencial Sonho Dourado e Vila Pedroso, em Goiânia, além dos municípios vizinhos: Senador Canedo, Caldazinha, Bonfinópolis e Leopoldo de Bulhões. O shopping terá 95 mil metros quadrados de área construída, 130 lojas satélites, quatro âncoras e cinco salas de cinemas.

Durante a construção, estima-se que sejam gerados 300 empregos diretos e 500 indiretos, contudo, a previsão é que após estar pronto estes dados subam para quatro mil empregos diretos e oito mil indiretos. Será lançado no dia 10 abril e tem previsão para ser inaugurado em outubro de 2016.
Segundo o empresário, a incorporadora que possui 15 anos de existência, tem tido em média um crescimento de 60% ao ano nos últimos 10 anos. Para 2014, a expectativa é buscar esse resultado. Além do shopping, a empresa fará três lançamentos de incorporação.

Quanto às perspectivas para o setor em Goiás, ele acredita que continuam boas e que vão se manter por mais alguns anos. “O poder aquisitivo dos brasileiros melhorou, o financiamento governamental permite que uma parcela maior da população possa adquirir um imóvel e se não houver nenhum problema grave na economia vamos continuar crescendo”, finaliza.

Por Karine Rodrigues

Fonte: http://www.portalohoje.com.br/homologacao_20052013/economia/construcao-deve-crescer-mais-este-ano-em-goiania/