Cidade do Rio é eleita a mais inteligente e conectada do país

A cidade do Rio foi eleita a mais inteligente e conectada das cidades brasileiras na premiação do Ranking Connected Smart Cities. A classificação foi elaborada a partir do estudo de 70 indicadores públicos, que apontam as cidades brasileiras com maior potencial de desenvolvimento. O secretário de Coordenação de Governo da prefeitura do Rio Pedro Paulo representou a prefeitura na premiação, que aconteceu na manhã desta segunda-feira, em São Paulo.

Para chegar ao resultado, a consultoria Urban Systems, que concede o prêmio, realizou pesquisa que mapeou cerca de 700 cidades, através do levantamento de indicadores públicos. Além do ranking geral, que traz 50 cidades, esses parâmetros foram utilizados na escolha das melhores cidades nos quesitos mobilidade, urbanismo, economia, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, saúde, segurança, educação, governança e empreendedorismo.

O Rio também ficou em primeiro em Economia e em Tecnologia e Inovação - entre as cidades com mais de 500 mil habitantes. Os indicadores mensurados foram o PIB per capita, renda média dos trabalhadores, crescimento de empregos, entre outros; Já para o qusito tecnologia, foram considerados projetos transversais que conectam e melhoram a eficiência dos serviços oferecidos pela administração municipal.

O prêmio em tecnologia e inovação encontra embasamento em projetos como o do Centro de Operações Rio (COR), que integrou 30 órgãos no monitoramento, antecipação e atendimento a ocorrências na cidade, a criação da Central de Atendimento ao Cidadão 1746, que reúne 45 órgãos na prestação de serviços e informações; nos dados abertos oferecidos pelo Data.Rio e pelo acesso online a serviços oferecido pelo Carioca Digital, entre outros.

Ranking

Durante o evento Connected Smart Cities, em São Paulo, foi anunciado o resultado da pesquisa inédita que listou as cidades mais inteligentes do Brasil e elegeu o Rio de Janeiro (RJ) como referência no ranking geral dos municípios com mais de 500 mil habitantes. A segunda colocada foi a cidade de São Paulo (SP), que também liderou o segmento de Mobilidade. Confira o Ranking geral abaixo:

1º Rio de Janeiro (RJ)  -  29,99
2º São Paulo (SP)  - 29,36
3º Belo Horizonte (MG) - 28,91
4º Brasília (DF)  - 28,34
5º Curitiba (PR)  - 28,10
6º São Caetano do Sul (SP) - 28,09
7º Vitória (ES) - 28,01
8º Florianópolis (SC)  - 26,56
9º Porto Alegre (RS)  -  26,05
10º Recife (PE)  - 25,76
11º Santos (SP)  - 25,61
12º São José dos Campos (SP) - 25,15
13º Uberlândia (MG)  - 25,09
14º Ribeirão Preto (SP) - 25,05
15º Nova Lima (MG) - 25,04
16º Maringá (PR)  - 25,04
17º Niterói (RJ)  -  24,76
18º Fortaleza (CE)  - 24,60
19º Jundiaí (SP) - 24,56
20º Barueri (SP)  - 24,47
21º Campinas (SP)  - 24,44
22º Uberaba (MG) - 24,15
23º Ilha Solteira (SP) - 24,06
24º Goiânia (GO)  - 23,89
25º Amparo (SP)  - 23,84
26º Balneário Camboriú (SC) - 23,78
27º Campo Grande (MS)  - 23,68
28º Piracicaba (SP) - 23,68
29º João Pessoa (PB)  - 23,65
30º Macaé (RJ)  - 23,50
31º Salvador (BA) - 23,47
32º Contagem (MG) - 23,40
33º Aracaju (SE) - 23,40
34º Osasco (SP)  - 23,38
35º Teresina (PI) - 23,20
36º Valinhos (SP)  - 23,18
37º São Bernardo do Campo (SP) - 23,15
38º Santo André (SP)  - 23,08
39º Pato Branco (PR)  - 23,07
40º Goiatuba (GO)  - 23,03
41º São João da Boa Vista (SP)  - 22,98
42º São Carlos (SP) - 22,97
43º Juiz de Fora (MG) - 22,97
44º Guarulhos (SP) - 22,94
45º Votuporanga (SP)  - 22,92
46º Marília (SP) - 22,91
47º Indaiatuba (SP) - 22,88
48º Araraquara (SP) - 22,84
49º Ipatinga (MG) - 22,82
50º Betim (MG) - 22,76

Por Fábio Sousa/ Com Portal Smart Cities

Fonte: O Globo Online, 03/08/2015