Monitoramento e Governança de Obras: garantia de transparência via terceira parte independente

Para os investidores em negócios de Real Estate é fundamental o apoio técnico para tomada de decisão antes e durante a implantação dos empreendimentos

 

Principalmente na última década, com maior diversificação dos meios de obtenção de funding para a estruturação de negócios imobiliários via fundos de investimento (private equity, fundos de papel), desenvolvedores de BTS, family offices, dentre outros, o CTE vem atuando fortemente como braço técnico de tais agentes, seja em negócios imobiliários como em negócios de base imobiliária.

A fim de se concentrarem em seu negócio principal e de forma a não perderem o foco neste, estes investidores necessitam de uma gestão técnica dos riscos associados à etapa de projetos e obras, de maneira que sejam identificados antecipadamente aqueles que possam se tornar ofensores ao negócio. Como também é importante que sejam evitados conflitos de interesses entre as partes envolvidas no negócio (investidores, incorporadores e construtores) e, como em muitos negócios é muito difícil o alinhamento completo dos interesses destes envolvidos, o monitoramento dos trabalhos via terceira parte independente oferece também a transparência devida, de forma a contribuir com a governança do negócio.

A atuação do CTE como braço técnico de agentes investidores na última década já conta com aproximadamente 60 empreendimentos monitorados ou em monitoramento com este viés de governança, via escopo de trabalho personalizado conforme características específicas de cada investidor e de cada negócio. Nesta linha de atuação o CTE participa do processo como agente independente, e tem como objetivos o mapeamento e a gestão de riscos associados basicamente a questões de prazo, custo e qualidade durante as etapas de pré-construção e construção.

Os trabalhos são iniciados com análises de projetos e orçamentos existentes, condução de processos de concorrência para contratação da construtora, consultoria para a elaboração do contrato de construção, monitoramento por meio de visitas periódicas ao canteiro de obras, monitoramento remoto de informações financeiras e recebimento final da obra. O CTE, através de metodologia própria, analisa e compila as informações coletadas e discutidas com a equipe da construtora em campo, de forma que o investidor possa receber relatórios de acompanhamento da linha de base da obra, sinalização antecipada de desvios e anexo com o detalhamento das causas, impactos e ações tomadas para correção de rumos.

 

Parceria CTE e BREI

Nesta linha de atuação, um dos principais clientes do CTE é a BREI – Brazilian Real Estate Investments, cuja parceria estabelecida visa o monitoramento dos empreendimentos da carteira do fundo. Exemplo atual desta parceria é a atuação do CTE no empreendimento BK30 Largo do Arouche. O empreendimento está localizado na região central da cidade de São Paulo, e conta com 239 unidades, com áreas variando entre 28 m² a 48 m² e possibilidade de junção para 77 m². Com incorporação e construção sob responsabilidade da Construtora BKO, trata-se de um empreendimento com plantas modernas e diversas opções de serviços e customização para o usuário final.

O escopo do CTE neste projeto envolveu análise do orçamento da obra na etapa de estudo de viabilidade, consultoria para a elaboração do contrato de construção, e atualmente está em curso o monitoramento das obras, etapa em que o empreendimento se encontra com cerca de 50% de evolução.

Segundo Vitor Bidetti, CEO da BREI, “o trabalho de Monitoramento é muito importante, pois nos ajuda a identificar pontos críticos durante a evolução do empreendimento e conseguimos tomar decisões mais seguras para o nosso negócio. Normalmente os bancos também exigem o trabalho de monitoramento para ter mais segurança quanto ao financiamento dos empreendimentos”.

Para o Gerente de Incorporação da BKO, José Roberto Leite, responsável pela incorporação do empreendimento BK30 Largo do Arouche, os benefícios do Monitoramento também se estendem de certa forma aos adquirentes. Segundo Leite, “o trabalho de Monitoramento é fundamental e extremamente estratégico para o empreendimento, pois nos ajuda a identificar previamente possíveis desvios de custos, prazo e também qualidade relacionados à construção do empreendimento. Com o trabalho conseguimos enxergar tendências que nos permitem desenvolver ações preventivas para alcançarmos os resultados previstos. Com isso nossos clientes acabam também se beneficiando, pois atuamos com foco nos custos, prazo de entrega e qualidade dos nossos produtos”.

O monitoramento e a governança de obras pelo CTE, como terceira parte independente, têm possibilitado não só a antecipação de riscos, mas, principalmente, a qualidade do empreendimento e o devido cumprimento dos prazos e custos previstos, contribuindo efetivamente com a governança e o sucesso do próprio negócio.

 

CONHEÇA AS OBRAS DO EMPREENDIMENTO BK30 LARGO DO AROUCHE

 

 

Para saber mais sobre este projeto e sobre serviços de Monitoramento e Governança de Obras que o CTE oferece aos seus clientes, entre em contato com:
Rodrigo Perez Duarte – Gerente de Contratos da Unidade de Gerenciamento & Obras do CTE – rodrigo@cte.com.br - 11 2149-0300